Futebol - Formação

Juniores A – Uma derrota injusta

16 Março, 2017. 12:01

F.C.Barreirense 1-3 Olhanense

Campeonato Nacional de Juniores: 2.º Divisão, Fase de Manutenção, 4.ª jornada

Local: Barreiro

Piso: Relvado sintético

Tempo: Sol e Vento

F.C.BARREIRENSE:

Gonçalo Raposo, Nuno Longo, Alcino Afonso, Tiago Ribeiro, João Jacinto, João Pendão, Vlad Oprea, André Pimenta, Diogo Paiva, Renato Pinto, Gonçalo Mota

Suplentes:

Ricardo Ramos, Gonçalo Bettencourt, Filipe Simões, João Canuto, João Palma, Diogo André, Rafael Lutkowski

Equipa Técnica: Hugo Ferreira; Paulo Sérgio; Gonçalo Lopes; Nuno Pinto

Massagista: Vanessa Pinho

Dirigentes: João Palma, Rui Santos

 

Um jogo dividido deu num resultado desnivelado. Os erros de desconcentração neste tipo de jogos pagam-se caro e foi o que ocorreu neste encontro. Num jogo perfeitamente equilibrado, aos 18 min é aberto o marcador por parte da equipa forasteira, através de uma perca de bola em zona proibida que levou ao 1-0 do Olhanense. A partir daqui dificuldade em conter as emoções e o jogo tornou-se complicado nesta primeira parte. Quase a terminar, é cometida uma grande penalidade na área Barreirense e a equipa contrária dilatava o marcador. Uma primeira parte a partir dos 18 min para esquecer.

No reatamento a equipa alvi rubra tentou dar outra cara e conseguiu criar várias situações de finalização para pelo menos reduzir o marcador. Contudo, acabou por ser mais uma vez o Olhanense a marcar o 3-0, após a marcação de um livre rápido. Restava lutar pela honra e pela camisola Barreirense e, justamente, foi feito um golo por Diogo André, aos 85 minutos. Resultado final, 1-3 que penalizou (e muito!) pelas desconcentrações ocorridas, pois o Olhanense para dos três golos que efectuou, apenas dispôs de mais uma oportunidade logo no inicio do encontro.

Arbitragem muito permissiva na primeira parte para os homens de Olhão, que usaram e abusaram das faltas até à mostragem do primeiro cartão amarelo, que ocorreu apenas na segunda parte.