Futebol - Formação

Juniores A – Empate injusto !

17 Janeiro, 2017. 16:22

F.C. Barreirense 0-0 Pinhalnovense

Campeonato Nacional de Juniores: 2.º Divisão, 17.ª jornada

Local: Barreiro

Piso: Relvado sintético

Tempo: Sol

F.C.BARREIRENSE:

Ricardo Ramos, Tiago Ribeiro, Alcino Afonso, Gonçalo Mota, Nuno Longo, João Pendão, Diogo Paiva, Gonçalo Bettencourt, Renato Dinis, André Pimenta, Vlad Oprea

Suplentes:

Gonçalo Raposo, Bruno Figueiredo, João Jacinto, Jaime Mendes, Diogo André, Miguel Reis, Serhiy Hulevych

Substituições:

Gonçalo Bettencourt por Serhiy Hulevych (71’); Diogo Paiva por Miguel Reis (85); João Pendão por Jaime Mendes (88’).

Golos:

Nada a registar

Ação Disciplinar: Nuno Longo (70’), João Pendão (86’)

Equipa Técnica: Hugo Ferreira; Paulo Sérgio; Gonçalo Lopes

Massagista: Vanessa Pinho

Dirigentes: Sérgio Palaio; João Palma

Há jogos assim. Barreirense vinha de duas vitórias consecutivas e entrava neste jogo com muita esperança de fazer os 3 pts no encontro. E diga-se, era justíssimo se assim tivesse ocorrido e tudo o fez para o conseguir. Um jogo de sentido único, onde a equipa da casa criou na primeira parte, pelo menos, quatro claras oportunidades de golo. Primeiro num livre directo de André Pimenta, que o guardião contrário defende em cima da linha; Segundo num lance que termina no remate de Vlad Oprea rente ao poste; e por fim, num cabeceamento de Renato Dinis, à barra, sendo que depois de embater no travessão, bate nas costas do guarda-redes mas caprichosamente não quis entrar; e por fim, após uma má saída do guarda-redes, Vlad Oprea atira por cima da barra.

Segunda parte a toada de jogo foi a mesma. Barreirense com posse, com critério e com circulação e a causar dificuldades à equipa contrária. Remates de fora de área de Gonçalo Bettencourt causaram perigo; Renato Dinis num remate após canto obriga o guarda-redes a uma enorme defesa por cima da barra. Até final existiu ainda uma grande oportunidade de golo, já nos descontos, a remate de Miguel Reis de pé esquerdo, que atirou à barra. Em todo o encontro o Pinhalnovense tem unicamente uma oportunidade num livre lateral, com a bola a tocar na parte de cima da barra da equipa da casa.

Como foi dito no ínicio, há jogos assim. A bola não quis mesmo entrar.

Falta uma jornada para terminar a primeira fase do Campeonato Nacional de Juniores da 2.ª Divisão, com o Barreirense a deslocar-se ao terreno do Praia Milfontes.