Emblema FC Barreirense

Clube

Barreirense abate 70.000€ à dívida

4 Fevereiro, 2017. 16:35

COMUNICADO

Prezados Associados,

É decorrido um ano sobre a celebração da transacção judicial através da qual o Futebol Clube Barreirense se comprometeu, no prazo de um ano, ao pagamento dos valores que devidos à empresa GlobalStadium (466.233,65€, acrescidos de juros comerciais no valor no valor de 149.344,14€), pela execução dos trabalhos de arrelvamento sintético do Campo de Jogos da Verderena e de um Campo de Futebol de 7, na Academia de Futebol do Clube.

Decorrente do acordo de pagamento que o Futebol Clube Barreirense assinou, tem o nosso clube liquidado mensalmente a quantia de 1.500,00€ cumprindo, sem qualquer falha, os pagamentos a que se obrigou.

Para honrar integralmente este acordo com a GlobalStadium, o Clube está, em grande medida, na dependência do encerramento do processo judicial que nos opõe ao Banco Santander Totta, onde reclamamos o pagamento de uma garantia bancária que nos foi prestada por esse Banco.

Como oportunamente vos transmitimos nas Assembleias-Gerais, estamos em face de um processo complexo, cujas audiências de julgamento ainda decorrem, com muitas testemunhas, para o qual não foi ainda possível obter decisão, o que nos impossibilita de, desde já, pagarmos integralmente o montante em dívida.

Sem prejuízo dessa acção, comprometemo-nos a envidar todos os esforços para em complemento ou subsidiariamente a essa acção, procurar encontrar os meios que nos permitissem honrar o compromisso e consequentemente, liquidar a divida.

Em face do possível derrapar dos prazos de encerramento destes processos, que aliás sempre colocámos como cenário possível, o Clube tem continuado a sua política de rigor na gestão, fortíssima contenção de custos, focando-se em poupar todo o dinheiro possível para honrar ao limite da sua possibilidade o compromisso celebrado com a Global Stadium.

Por isso, conseguimos efectuar no final de Janeiro, um pagamento de €50.000,00 (cinquenta mil euros), a abater ao remanescente ainda em divida, perfazendo cerca de 70.000€ o valor entregue nos últimos 12 meses.

Em benefício da postura do Futebol Clube Barreirense, coerente e cumpridora, honrando o acordado, solicitou o Clube, a prorrogação do prazo inicial, por mais um ano, no sentido de permitir que a sobredita acção chegue ao fim, para que se possa liquidar de uma vez só a quantia de que somos devedores.

 

Barreiro em 04 de Fevereiro de 2017

A Direcção do Futebol Clube Barreirense